­
telefone
925 329 811
Carrinho vazio

logotipo palimage

O Cante à Moda de Pias. Grupo Coral e Etnográfico "os Camponeses de Pias"
Coleção Raiz do Tempo
Género Etnografia. Folclore, Costumes.
Ano 2017
ISBN 978-989-703-189-2
Idioma Português
Formato brochura | 220 páginas | 16 x 23 cm
17,00 €
8,50 €
desconto-50-por-cento.jpg
Descrição

Coordenação da obra: Feliciano de Mira

Terra, Cante e Trabalho: O Grupo Coral e Etno­gráfico “os Camponeses de Pias” foi criado em 1968 para divulgar as modas da sua terra, o que executa com elevado esmero, envergando os trajes e os adereços das gentes agrícolas de meados do séc. XX.

O rigor e a qualidade das suas interpretações, sob a direção do seu fundador Barão Cachola, granjeou­‑lhe o respeito e a atenção do meio musical português, tendo também gravado, em 1973, um LP – Long Play.

A entrada de Manuel Coelho para a direcção do Rancho em 1980 trouxe nova dinâmica. Ao longo dos seus anos de direção, fez parce­rias musicais com Vitorino, Janita Salomé, Lua Extra­vagente, Rio Grande e Paulo Ribeiro. No Pavilhão Atlântico em Lisboa, o Rancho acompanhou Caetano Veloso, Maria Bethânia e Farró Brabo. No tempo da sua direção, o grupo gravou: em 1993, “Os Camponeses de Pias”; em 1996, “Pias O Cante da Margem Esquerda”; em 2003, “Pias Tradição Musical”. Em 2007 inicia-se o projeto “O Cante à Moda de Pias”, que o Manel assinalou com o lançamento do site www.camponesesdepias.net.

O atual presidente António Lebre, que iniciou funções em 2008, continuou o projeto “O Cante à Moda de Pias”, fundou o grupo coral “Os Mainan­tes” composto por jovens de Pias e abriu a Taberna dos Camponeses de Pias, onde se pode cantar, acompanhado de vinhos e petiscos. Com o ensaiador Oliveiros Aleixo conti­nua­ram a parceria com Vitorino Salomé e Paulo Ribeiro e avançam para novos projetos musicais, com a Ala dos Namorados e João Gil. Em 2013 lançaram a coletânea “O Cante à Moda de Pias” e em 2015 “Entre Mestres e Apren­dizes” com “Os Mainantes”. Numa demons­tração da versatilidade do seu Cante, aceita­ram a proposta de Feliciano de Mira e realizaram em 2016 “O Cante Acusmático de Pias” com Vitor Rua, Antó­nio Duarte e a participação de Jonas Runa, que incluiu a gravação de um CD e a realização de um DVD, que estão prestes a sair.

Os Camponeses de Pias são membros da Confraria do Cante Alentejano e apoiaram a Candidatura do Cante Alentejano à Lista Representativa de Patrimó­nio Cultural Imaterial da Humanidade da UNESCO.

Os Camponeses de Pias têm participado em progra­mas televisivos, telenovelas, documentários, desfiles etnográficos e organizado festivais de folclore. Desde a sua fundação têm presença assídua em espectáculos no país e no estrangeiro, já atuaram em Espanha, Itália, França, Alemanha e Brasil. Neste caminho, as vozes do Rancho mantêm a mesma dolência e intensidade das memórias vividas desde a Aldeia de Pias. E com as cores do Cante continuam a participar nas cartografias do futuro onde a identidade de origem não se esquece.

­

Em caso de litígio, o consumidor pode recorrer ao Centro de Arbitragem de Conflitos de Consumo do Distrito de Coimbra, com sítio em www.centrodearbitragemdecoimbra.com e sede em Av. Fernão Magalhães, Nº. 240, 1º, 3000-172 Coimbra
Este site utiliza cookies. Ao navegar neste site está a consentir a sua utilização. Consulte as condições de utilização e a nossa política de privacidade.
copyright 2016-2019 Palimage | Terra Ocre, Lda. | Portugal | Todos os direitos reservados